9 de mai. de 2011

Absolutismo Monárquico (2o ano)


Aqui vai o fichamento sobre as Monarquias Absolutistas.

Absolutismo Monárquico

- processo de centralização do poder.
- forma de governo autoritário: uma única pessoa (ou grupo de pessoas) exerce todas as atividades do Estado.
- justificativas: 1. religiosa; o poder régio emana de Deus. 2. política: apenas um poder forte pode organizar a sociedade que, caso contrário viveriam em constante estado de guerra.
- aliança entre o rei e a burguesia: o rei recebia o apoio financeiro da burguesia e esta recebia apoio político do rei.
- mercantilismo (1ª etapa do capitalismo):
  • intervenção do Estado na economia.
  • metalismo: a riqueza de uma nação está no estoque de metais preciosos.
  • balança comercial favorável: exportar mais que importar.
  • protecionismo; favorecimento da produção interna; restrição das importações.
  • regime de exclusividade nas relações comerciais com as colônias.

Portugal e Espanha: constituição dos Estados em 1383 e 1469 respectivamente. Centralização do poder decorrente da luta contra os mouros (árabes). Política econômica baseada na extração direta de metais preciosos nas colônias (América e África).

Inglaterra: início do absolutismo no século XVI, apoiado pelo parlamento (instituição fundada em 1200). Intervencionismo menos acentuado. Incentivo às manufaturas e à navegação.

França: início do absolutismo no século XVI. Extrema centralização do poder e intervencionismo estatal. Grande incentivo às manufaturas. Aliança entre uma coroa católica e uma burguesia protestante.

Fontes:

PETTA, N. L. e OJEDA, E. A. B. "O Estado Absolutista". In: História: uma abordagem integrada. São Paulo: Moderna, 1999, pp. 80-84.

NUNES, P. Conceito de Mercantilismo. Disponível em: <http://www.knoow.net/cienceconempr/economia/mercantilismo.htm>

Acima: retrato de Luís XIV (Rigaud, 1701, Musée du Luvre) e Leonardo Di Caprio representando o monarca no filme "O Homem da Máscara de Ferro" (Randal Wallace, 1998) - o "Rei-Sol", como era chamado Luís XIV, deu uma melhorada, não acham?


Nenhum comentário: