12 de set. de 2011

Idade Moderna - Introdução (6a série)

Neste terceiro bimestre começamos o estudo da Idade Moderna a partir da análise de diversos tipos de documentos. Não posso reproduzi-los aqui porque foram retirados de diversos livros didáticos, mas vamos fazer um resumão do que foi estudado a partir deles (as imagens que aparecem foram retiradas da internet sempre que tivessem relação com o documento analisado.

Vamos a eles:

Documento A
Tratava-se de uma breve explicação sobre a doutrina luterana, e sobre as perseguições sofridas nos territórios que hoje constituem a alemanha.
Aqui vocês tinham identificar algumas diferenças entre as doutrinas católica e protestante. Exemplos: salvação somente pela fé para os protestantes e pela fé e obras para os católicos; bíblia como única fonte confiável para os protestantes, bíblia, tradição e magistério como fontes confiáveis para católcos; dois sacramentos para protestantes (batismo e eucaristia), sete sacramentos para católicos (batismo, confirmação, eucaristia, matrimônio, ordem, reconciliação e unção dos enfermos); proibição de culto aos santos para protestantes, ao contrário do que se dava com católicos; celibato para os líderes religiosos católicos, ao contrário do que se dava com protestantes.
Também deveriam compreender porque os adeptos das novas denominações cristãs foram chamados de protestantes (devido aos protestos dos príncipes luteranos contra as proibições de culto empreendidas pelo imperador Carlos V).
Por fim, deviam comparar as relações entre católicos e protestantes no período da Reforma e na atualidade. Sem dúvida, no passado, a animosidade entre católicos e protestanes era muito maior, levando, inclusive a disputas sangrentas. Atualmente ainda existe o conflito ideológico, mas a liberdade de culto na maioria das nações ocidentais e os diálogos entre os líderes desses grupos têm amenizado basante a questão. Ainda sim, em lugares como a Irlanda, a coisa não é tão simples.

Documento B
Tratava-se de um texto que estabelecia relações entre calvinismo e capitalismo. Vocês deveriam identificar essas relações (a doutrina calvinista pregava o trabalho duro e a poupança como vocação divina dada aos homens, o que favorecia a dinâmica de acumulação do capitalismo). Também deveriam dar sua opinião a respeito dessa lógica: trabalho e poupança ainda influenciam a vida das pessoas atualmente?

Documento C
Este documento era um mapa que indicava as regiões da europa sobre influência católica e protestante à época da expanção da reforma. Vocês deveriam identificar no mapa as principais regiões sobre domínio católico (Portugal, Espanha, França, Itália, Polônia, Irlanda) e protestante (Noruega, Finlândia, Suécia, Dinamarca, Sacro Império) e verificar que grupo dominava a maior parte do território europeu (os católicos).

Documento D
Este documento era um trecho de uma matéria publicada na Folha de S. Paulo sobre a reconciliação entre católicos e luteranos. Vocês deveriam reconhecer que esse era um texto de tipo jornalístico e qual a informação principal fornecida pelo texto.

Documento E
Tratava-se de um texto sobre os símbolos nacionais e a formação dos Estados Nacionais europeus. Vocês deviam identificar no texto os símbolos nacionais oficiais do Brasil (bandeira, hino, armas e selo), compreender que as pessoas, durante a Idade Média, identificavam-se em razão de sua cidade natal e não da nação; e, por fim, exprimir seu pensamento a respeito da questão: "O que significa ser brasileiro?"

Documento F
O último documento era uma série de três mapas que ilustravam a formação do Estado português. Vocês deveriam identificar que esse processo deu-se a partir da expulsão dos muçulmanos da península ibérica, identificar o ano em que Portugal chega à extensão territorial atual (1249) e relacionar os territórios dos reinos de Castela, Navarra e Aragão com o atual território espanhol.



Nenhum comentário: