15 de mar. de 2016

Eu tô bem - Emicida [8º]

O terceiro texto que trabalharemos dentro do tema "Negras e Negros na Sociedade Brasileira" é do rapper EMICIDA.

Leremos um trecho da música "Eu tô bem", rap da primeira MixTape de EMICIDA, entitulada "Pra quem já mordeu um cahcorro por comida, até que eu chegei longe..."

Vamos nos ater aos últimos versos da música! Enquanto isso... curta o som!



Eu tô bem (EMICIDA Part. Daniel Cohen)

"[...]
E ser real, natural igual cabelo crespo(U)!
Mostrar mais meu sorriso amarelo (Pin!)
Mamãe, você é uma rainha e eu tô providenciando o castelo;
Na de compor (Hoo!)
Na de me recompor, pela história
Não é trampo, tô só temperando as vitória;
Destaque no aeroporto, estranho no ninho
-Moça tá olhando o quê?
Faz aí o check-in dos irmãozinho;
Sou o Emicida da rinha,
Tá vendo aquelas pegada de barro no tapete vemelho?
É minha!

[...]"

(EMICIDA, Pra quem já mordeu um cachorro por comida, até que eu chegei longe..., 2009)



Clique aqui para ler o texto 1: Sortimento de Gorras (Luiz Gama).
Clique aqui para ler o texto 2: Quarto de Despejo (Carolina Maria de Jesus).

Nenhum comentário: