31 de ago. de 2017

Terra Indígena Jaraguá: Contra a revogação da declaração.

Guarani em manifestação na Av. Paulista, 30.08. 2017 (Fotos: Jorge Ferreira e Eduardo Figueiredo/Mídia NINJA)

Montei esta aula para que possamos entender melhor o que está acontecendo com a Terra Indígena Jaraguá, pertencente aos Guarani Mbya.

Começamos analisando o mapa abaixo (que você pode acessar interativamente seguindo este link):

Em azul, o território demarcado desde 1987, com 1.7 hectare. Em vermelho, o território demarcado em 2015 e agora revogado.

Em seguida, assistimos ao vídeo que a Comissão Guarani Yvyrupa lançou em 2015, quando a aldeia Tekoa Itakupe estava ameaçada de despejo:




Por fim, lemos um trecho da Carta Aberta que os Guarani de São Paulo escreveram, também em 2015, falando sobre o processo de reintegração de posse:

"Já este senhor, Antonio Tito Costa, quer despejar nossas famílias. Não respeita nem nós, nem a terra, nem nossos costumes. Esse senhor, Antonio Tito Costa, quer despejar nossa aldeia e encher o chão de eucalipto que seca e estraga a terra, quer encher de dinheiro a sua conta no banco . Há dinheiro que pague a morte de uma nascente? Há dinheiro que pague a sede de São Paulo? Esse senhor, Antonio Tito Costa, foi à televisão chamar nossas crianças de sujas, e ele diz sujas porque elas andam e brincam descalças na terra. Essa mesma terra que ele quer roubar de nós. Para nós ela não é suja, é sagrada. Suja deve ser a consciência de quem destrói a vida na terra.
Nós poderíamos chamar o senhor Antonio Tito Costa para conhecer com o povo Guarani a sabedoria da mãe terra, para vir conhecer nossas roças, tomar conosco a erva mate sagrada, e escutar as histórias de nossos antepassados. Mas ele quis a guerra. Nós já não temos outra opção senão convocar os nossos xondaro, nossos guerreiros, para proteger nossa aldeia e não deixar que ninguém nos expulse. Os dois mil Guarani da Capital do Estado de São Paulo já estão dispostos a lutar com toda a força que temos para que nossas crianças tenham futuro. Os parentes do litoral já tomaram seus guyrapa, os arcos, e já estão afiando as suas flechas."


O texto acima mostra toda a disposição do Povo Guarani Mbya em continuar lutando pelo seu direito originário, como demonstrado na grande manifestação realizada no dia de óntem 30.08.2017, na Avenida Paulista, bem como no Ministério da Justiça em Brasília!

Vamos apoiar os nossos povos originários!
O Jaraguá é Guarani!

Aguyjevete pra quem luta!

Nenhum comentário: