19 de set. de 2011

Helenismo - análise de documento (1o ano)


O trecho a seguir foi retirado de I Macabeus 1,9

"Alexandre, o Macedônio, filho de Filipe, já reinava na Grécia, quando saiu da terra dos ceteus e derrotou a Dario, rei dos persas e dos medos. Travou numerosas batalhas, conquistou muitas fortalezas e matou os reis da terra. Chegou até os confins do mundo e apoderou-se dos despojos de uma multidão de nações. A terra emudeceu diante dele. Seu coração se exaltou e ele se ensoberbeceu. Mobilizou um exército poderosíssimo e subjugou os territórios e os soberanos das nações, obrigando-os a lhe pagarem tributo. Certo dia, ficou doente e percebeu que ia morrer. Chamou seus altos oficiais, que tinham sido seus companheiros desde a juventude, e, ainda em vida, repartiu entre eles o reino. Alexandre reinou durante doze anos, e morreu. Seus oficiais assumiram o poder, cada um no seu lugar. Após a morte dele, todos cingiram o diadema, e depois deles os seus filhos, por muitos anos. E os males se multiplicaram na terra" (+ou-120 a.C.)

Fonte: Bíblia Sagrada, tradução da CNBB. São Paulo: Loyola, 2002, 2ª ed., p.545.

A partir deste documento sugeri análises, por meio de questões dissertativas que tinham o objetivo de fazê-lo:

1. Reconhecer a fonte utilizada (Bíblia) e o povo responsável por sua escrita (hebreus, judeus ou israelitas).
2. Perceber que o termo "confins do mundo" indica a expansão do império macedônico por quase todo o mundo conhecido, mas que esse "todo o mundo" era apenas uma porção pequena do mundo conhecido hoje, compreendendo parte da Europa, da Ásia e norte da África.
3. Compreender que o temo "cingir o diadema" referia-se a exercer o reinado.
4. Perceber as contradições entre a expansão da cultura grega (de caráter democrático) com o estabelecimento de monarquias hereditárias.
5. Compreender que a referência a "multiplicação dos males" refere-se ao domínio macedônico sobre os diversos territórios, cobranças de impostos e, especialmente neste caso (povo israelita) a influência religiosa.

Obs.: Também foi objetivo desta atividade mostrar a possibilidade de utilizarmos a bíblia (ou outros documentos que estão disponíveis facilmente) como fonte histórica.

Nenhum comentário: